19 nov

A Psicomotricidade Relacional propõe um enlace entre o brincar e o discurso corporal,  por meio  do qual a criança assume um papel ativo ao vislumbrar seu desejo e ser capaz de transformar a sua realidade.

A Clínica de Psicomotricidade Relacional do CIAR, trabalha em grupo respeitando as faixas etárias. O atendimento pode ser feito individualmente em casos específicos. As sessões são feitas com a presença de dois psicomotricistas relacionais (uma figura feminina e uma masculina) para que questões relacionadas à família possam ser melhor elaboradas. Além disso o trabalho em grupo favorece a aceitação de limites e busca por formas criativas para lidar com a frustração e o investimento na socialização e na identificação com os pares.

Na Psicomotricidade Relacional a criança narra seu mal estar verbalmente mas, principalmente, conta de si por meio do discurso corporal. Ela vivencia suas emoções  no nível do  jogo espontâneo e da comunicação tônico-emocional, tendo os adultos como parceiros simbólicos. Com isso é possível para a criança encontrar saídas mais saudáveis para suas interrogações”. (Ana Guerra) .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Atendimento Whatsapp